Páginas

segunda-feira, 25 de março de 2019

Paraná - Estado libera crédito para micro e pequenas empresas

Fomento Paraná nova sede  -  Foto: Divulgação Fomento ParanáO governador Carlos Massa Ratinho Junior determinou na ultima semana que a Fomento Paraná ofereça às micro e pequenas empresas de todo o Estado a nova linha de crédito BNDES Pequena Empresa. O valor financiável é de até R$ 500 mil e pode ser pago em 60 meses, incluindo um prazo de carência de até 12 meses. A nova linha foi apresentada pelo banco federal de fomento nesta sexta-feira no Rio de Janeiro, e estará disponível a partir de segunda-feira (25) diretamente pelo portal da Fomento Paraná (www.fomento.pr.gov.br) ou por meio de Correspondentes em associações comerciais e empresariais credenciadas. “O objetivo dessa nova linha é a concessão de empréstimos para micro e pequenas empresas para contribuir com a manutenção e com a geração de empregos. Os recursos podem ser usados para compra de máquinas, equipamentos, para pequenas reformas ou mesmo para custeio e gastos com manutenção corrente do negócio”, disse Heraldo Neves, diretor-presidente da Fomento Paraná. “Esse crédito novo faz parte do esforço do Governo do Estado para apoiar os pequenos negócios e estimular o fortalecimento da economia paranaense”De acordo com o presidente da instituição, que é economista e pós-graduado em finanças, as micro e pequenas empresas são as maiores geradoras de emprego e de boa parte da renda dos trabalhadores no país, mas são as que mais têm dificuldade de acesso ao crédito. “A função da Fomento Paraná é facilitar o acesso ao crédito para esses empreendedores. Por isso estamos trabalhando para fortalecer as parcerias com os municípios e as entidades empresariais paranaenses”, afirma Neves.
AGENTE FINANCEIRO - A Fomento Paraná é agente financeira autorizada a repassar recursos de diversas linhas de financiamento do BNDES. A instituição já registra mais de 30 mil contratos com a liberação de mais de R$ 1 bilhão em crédito, em recursos próprios ou de repasses, para apoiar empreendimentos privados instalados em mais de 300 municípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário