Páginas

sábado, 25 de janeiro de 2020

NOVO ITACOLOMI - 42 famílias recebem moradias gratuitas

Quarenta e duas famílias carentes de Novo Itacolomi, localizada no Vale do Ivaí, receberam nesta sexta-feira, casas construídas pelo Governo do Estado. O Residencial João Rossatto foi inaugurado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e recebeu 2 milhões e 400 mil reais de investimentos por meio do programa Nossa Gente. Os recursos utilizados estão alocados no Fundo Estadual de Combate à Pobreza que são resultado de um financiamento obtido pelo Governo do Paraná junto ao BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento. O crédito subsidia integralmente o valor dos imóveis aos beneficiários, que não precisaram arcar com qualquer custo. Segundo o governador, iniciativas como esta dão dignidade a uma população que vive em condições de vulnerabilidade. O projeto faz parte de um trabalho integrado da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e Cohapar, e contou com a parceria da Prefeitura de Novo Itacolomi. O secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, afirma que novos projetos serão realizados. Para o diretor-presidente da Cohapar, Jorge Lange, o novo momento da companhia é resultado de ações de reestruturação que permitem uma atuação mais próxima da população. As moradias têm modelos de 32 e 38 metros quadrados, com unidades de 49 metros quadrados adaptadas para pessoas com deficiência. Todas são compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, com custos estimados em 44 mil a 66 mil reais cada. O prefeito de Novo Itacolomi, Moacir Andreolla, disse que as famílias aguardavam por anos a oportunidade da casa própria. O projeto de Novo Itacolomi contou ainda com a instalação subsidiada das redes e padrões de energia elétrica pela Copel, e das ligações de água e esgoto pela Sanepar. As contrapartidas municipais incluem a doação dos terrenos e obras de infraestrutura, além da isenção do pagamento de IPTU durante cinco anos para os proprietários. A faixa de renda mensal das famílias contempladas é de até dois salários mínimos. Elas foram selecionadas por técnicos municipais dentro da lista de pessoas previamente cadastradas nas ações de assistência social do Nossa Gente na cidade. Fernanda Aparecida dos Santos 31 anos é zeladora e foi uma das contempladas. Ela morava com as três filhas e o marido junto com a sogra, e agora vai realizar o sonho da casa própria. Os empreendimentos vinculados ao programa Nossa Gente têm como foco pessoas de baixa renda que moram em áreas de risco, ocupações irregulares ou que pagam aluguel que são realocadas para moradias próprias de qualidade, promovendo assim a inclusão social delas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário