Páginas

domingo, 15 de março de 2020

Diversidade e beleza atraem mergulhadores ao Rio Paraná

A paisagem do rio Paraná é cinematográfica. Os quilômetros que separam uma margem da outra são uma imensidão de tons de verde, mesclando na água as cores das árvores que povoam as centenas de ilhas locais. De perto, o verde da água se torna transparente, cristalino, despertando a curiosidade para as profundezas do segundo maior rio da América do Sul. Foto: Ari Dias/AEN
A paisagem do rio Paraná é cinematográfica. Os quilômetros que separam uma margem da outra são uma imensidão de tons de verde, mesclando na água as cores das árvores que povoam as centenas de ilhas locais. De perto, o verde da água se torna transparente, cristalino, despertando a curiosidade para as profundezas do segundo maior rio da América do Sul. A boa notícia é que o mundo subaquático do Paranazão não é de todo um mistério. Há cerca de dez anos, um grupo de mergulhadores encontrou abaixo da superfície não só uma rica diversidade, como também um potencial de negócio a ser explorado. O mergulho é mais uma atividade que se desenvolve em uma região que vê crescer a cada dia o número de turistas, atraídos pelas belas paisagens. O rio Paraná é o principal atrativo do Corredor das Águas, uma das 14 regiões turísticas do Paraná, que abrange os municípios do Noroeste do Estado. Seja dentro ou fora da água, em suas margens ou ilhas, diversas atividades ligadas ao turismo sustentável e de aventura se desenvolvem na região. Além do mergulho, pesca esportiva, passeios de barco, trilhas terrestres e aquática, observação da fauna e da flora e as praias de água doce estão entre as atrações desse grande corredor aquático. A atividade reforça o turismo sustentável que o Governo do Estado passou a incentivar a partir do ano passado, para divulgar as belezas do Paraná e buscar o desenvolvimento econômico do Estado, com respeito ao meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário