Páginas

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Municípios da região preparam retorno às aulas presenciais

                               

Após um ano e quatro meses no ensino remoto, as prefeituras da região estão se preparando para a volta às aulas presenciais, no modelo híbrido. Em Apucarana o retorno deve começar na próxima semana e em  Arapongas no mês que vem. A princípio, três instituições de ensino da Zona Sul de Arapongas receberão os estudantes a partir do dia 2 de agosto, em uma fase experimental que ocorrerá nas escolas Doutor Antônio Grassano Junior, no Conjunto Alto da Boa Vista,  Professora Maria Hercília Horácio Stawinsk, no Conjunto Padre Bernardo Merckel e José de Carvalho, na região do Tropical. De acordo com o prefeito, Sérgio Onofre,  profissionais da saúde realizarão exames de Covid-19 e acompanhamentos dos alunos e profissionais da educação periodicamente. “Nós vamos fazer uma espécie de laboratório, iniciando pelas escolas da região Sul. Profissionais da saúde estarão periodicamente e irão acompanhar os nossos alunos e funcionários”, disse. Onofre salientou também que a decisão levou em conta a aplicação da primeira dose da vacina contra Covid-19 em todos os trabalhadores da Educação, além de taxas que apontam redução do número de pessoas contaminadas e casos positivos da doença. “Vamos monitorar de perto e, caso haja a necessidade, retornaremos com as aulas em casa. Isso já foi firmado com a Secretaria de Educação”, afirmou. Em Apucarana, a Autarquia Municipal de Educação (AME) adiantou, por meio da assessoria de imprensa, que a previsão é de as escolas voltarem a atender presencialmente as turmas do 5º ano a partir do dia 21 de julho, no retorno do recesso de meio de ano. As aulas em Faxinal voltam a partir do dia 21 de julho na modalidade presencial para os alunos do 5º ano do ensino fundamental. A secretária Municipal de Educação Eliane Tonin informa que as turmas serão divididas, respeitando o protocolo de biossegurança que inclui o distanciamento social, uso de máscaras e álcool gel. “Vamos retornar com 5º ano porque os alunos vão sair das nossas mãos para o segundo ciclo do ensino fundamental, então vamos intensificar o ensino com a oferta de atendimento presencial, plantão contraturno e o reforço escolar”, explica a secretária. Após 15 dias, retornarão as aulas presenciais dos alunos que estão no 4º ano e assim sucessivamente. A expectativa é que até 15 de agosto todos os estudantes da rede municipal já tenham retornado. Apenas as crianças do pré 1 e 2 estudarão na modalidade híbrida. Segundo a secretária, as aulas da rede municipal voltam em consonância com a rede estadual. “Alinhamos um decreto para o retorno. Também fizemos uma pesquisa com os pais que concordaram com a volta as aulas. O Conselho Municipal de Educação que faz análise dos dados chegou a um consenso que seria o momento de voltar”, afirma.

IVAIPORÃ - Ivaiporã foi o primeiro município do Vale do Ivaí a retomar às aulas presenciais na rede municipal de ensino. Desde 11 de maio as aulas acontecem nas 10 escolas e dos 11 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Para o vice-prefeito Marcelo Reis que também é um dos coordenadores do Departamento Municipal da Saúde, um desafio que foi superado com muita responsabilidade e segurança para alunos e profissionais da educação. “Foi uma experiência bem gratificante, nós conseguimos superar os primeiros obstáculos que é a questão da segurança e isso ficou claro. Inclusive, com relatos dos profissionais da educação. Primeiro, quanto a questão de contaminações e não termos grandes problemas com isso, mas, acima de tudo, a gente conseguiu a confiabilidade e a credibilidade dos pais que aos poucos foram autorizando o retorno dos filhos para as escolas”. (Fonte - Grupo Tribuna do Norte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário